Legalmente Negra

Just another WordPress.com site

28/03/2008 – Novo delegado assume 32º DP com alto índice de assaltos e furtos na região – edição 76

 

O delegado Antonio Abssanra Neto, assumiu o posto de delegado titular do 32° Distrito em Itaquera, no início de março. E há apenas um mês no cargo, analisa as necessidades da região e organiza sua equipe de trabalho. Segundo ele, o 32° DP trabalha com um número reduzido de funcionários e está sobrecarregado com o alto número de  ocorrências, já que é o distrito mais movimentado da 7 ª Seccional, e registra de 15 a 20 boletins por dia, incluindo boletins de distritos próximos, que são atendidos por ele.  

 “Estou avaliando o que o distrito precisa, para dar uma dinâmica de acordo com o meu método de trabalho para que a população de Itaquera tenha a segurança que ela espera da policia civil”.

A equipe de investigadores ainda não está montada  e não há um esquema de trabalho definido, mas Dr. Antônio já identificou algumas prioridades: “Pelo que eu pude observar há uma grande incidência de assaltos e pequenos furtos na região, além disso, temos um número muito grande de ocorrências de trânsito, principalmente na região da Avenida Jacu Pêssego”.

O delegado afirmou que pretende trabalhar junto às lideranças de Itaquera, pois assim se torna mais fácil fazer uma segurança à altura do bairro “Temos que trabalhar entrosados com essas lideranças que são pessoas que têm interesse em que bairro tenha um atendimento policial à altura.”  Além disso, elogiou o trabalho do Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG) e disse que o conselho é um ótimo aliado da população e da polícia, pois consegue apontar os problemas  e cobrar as soluções, e por isso deve trabalhar lado a lado com ele. “O Conseg é um órgão que visa os diversos campos da segurança, não só o policial e tem pessoas de varias camadas da sociedade. Com isso o bairro ganha muito, porque são feitas cobranças, não só da polícia civil, como da militar”.

Apesar de ainda estar em fase de organização, o delegado afirma que devem ser mantidos projetos, como a implantação da Delegacia da Mulher  no prédio do 32º DP, que deve atender os 12 distritos que compõem a 7ª Seccional, desde o Itaim Paulista até o Artur Alvim e a monitoração das áreas comerciais de Itaquera, para reduzir as ocorrências chamadas “saídas de banco”, projeto esse, criado pelo delegado anterior junto aos gerentes de bancos da região.

Dr. Antonio Abssanra  Neto tem 63 anos e está há 34 anos na polícia, sendo 27 como delegado. Recentemente trabalhou na delegacia do Idoso da 7ª Seccional, a qual ajudou a montar no prédio do 65º DP e já passou por diversos distritos da capital,  inclusive atuou diversas vezes no 32° DP como delegado plantonista em 1983 e 1984 além de cobrir férias de alguns delegados titulares. Por isso diz já está familiarizado com a área para realizar o seu trabalho. “Tudo é desafio na polícia, mas já conheço a área e pretendo melhorar a segurança na região comercial e principalmente nas regiões mais afastadas, para que todo mundo possa trabalhar em paz”.

http://www.fatopaulista.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=267&Itemid=34

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s