Legalmente Negra

Just another WordPress.com site

28/04/2008 – Jacinto Reyes faz parte da história de Itaquera – edição 78

 

Dr. Jacinto Reyes nasceu em Itaquera em 1962. Vindo de uma família de antigos comerciantes da região – seu avô José Reyes Torres e seu pai Jacinto Santos Reyes – fundadores de alguns dos primeiros comércios do bairro na década de 60, como a  Padaria Reis e o Supermercado Itaquera, o garoto optou pela medicina e se formou pela Unesp de Botucatu, em 1987. “Esse era um sonho de moleque, e eu segui em frente, apesar de ser questionado por todos da família”, conta o médico.

Jacinto fez quatro anos de residência médica na Santa Casa de Misericórdia , e diz que apesar de ter outras oportunidades de trabalho, decidiu voltar para “o bairro que o viu crescer” e se diverte contando histórias  e mostrando fotos de infância. “Eu me lembro quando chegou a energia elétrica aqui na  Américo Salvador Novelli. Foi uma festa, porque quando escurecia a criançada não ia para a rua, isso há quase 40 anos. Nós ficamos jogando bola na rua a madrugada inteira, porque foi a noite que não escureceu”, lembra o médico.

De volta a Itaquera, trabalhou no Hospital Santa Marcelina e prestou concurso para trabalhar no Valdomiro de Paula, mas saiu de lá por causa de alguns desacordos. “Existiam algumas divergências com o que eu considerava um hospital público de qualidade. E o hospital Valdomiro de Paula era um hospital muito difícil de se trabalhar nesse sentido”, explica Jacinto, que em 1991 abriu seu próprio consultório, o Centro Médico Itaquera.

O gosto pela política foi herdado do avô. “Eu me lembro dele fazendo campanha para Jânio Quadros, quando eu era pequeno, Ele fundou o comitê pró Jânio em Itaquera 1960”, conta. O médico iniciou a carreira política participando de política universitária quando estudava na Unesp.  Em 1994 ,  se filiou ao PSDB para ajudar na eleição do Governo Mario Covas. O médico diz que a sua luta é para que Itaquera tenha um representante político que conheça as reais necessidades do bairro, que conheça sua história e que permaneça no bairro depois das eleições. Além disso, elogiou práticas como a Obra Social Dom Bosco e fez críticas a modelos de saúde como o antigo PAS e as atuais AMAs. “Não acho que sejam modelos perfeitos de saúde, temos que ter um representante, até para que não seja implantada qualquer coisa aqui, para que tenha um planejamento voltado para nós”.

Em 2006, o médico se lançou como candidato a deputado estadual e teve 11.000 votos. Atualmente é pré-candidato a vereador pelo PSDB.  Segundo Jacinto, o que o motiva dentro política , é lutar pelo coletivo e que embora já faça isso dentro da medicina, na política isso se estende a um número maior de pessoas e por ser do bairro tem pleno conhecimento das necessidades. “Vou continuar lutando para que tenhamos um representante político, mesmo que não seja eu. É bom ter um candidato que tenha um passado na região e com um bom perfil, é claro pois se ele tiver um bom presente, vai ter um bom futuro”.

http://www.fatopaulista.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=322&Itemid=36

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s